Tecnologia e Criança

Blog sobre novas tecnologias e o seu impacto ao lidarmos com nossas crianças, tanto como pais quanto como professores.

Monday, March 17, 2008


Os mini-computadores estão chegando!


A Innovation for Learning, empresa baseada em Chicago, já está testando um novo modelo de handheld para crianças - o Teachermate. Não é um PDA, mas sim um computador super simples, mais parecido com os jogos que as crianças tanto adoram, só que com softwares educacionais desenvolvidos por eles mesmos, e testados e avaliados por pesquisadores independentes. O mais impressionante é o custo - apenas US$ 50,00!
A idéia é reforçar a aprendizagem da leitura e da matemática. Ao jogar, a criança está aprendendo sem nem perceber.
A empresa já vem fabricando software educacional há muitos anos, e o maior impecílio para que as escolas os adotassem era o fato de não terem computadores para as crianças usarem. Ou eram máquinas muito velhas, ou eram muito poucas, ou nem funcionavam. Então a Innovation decidiu fazer o aparelho acessível para que seus softwares pudessem ser usados, e aí sim o impacto na aprendizagem pudesse ser medido. Foi juntar a fome com a vontade de comer.
Vai valer a pena continuar acompanhando as pesquisas sendo feitas pelas universidades em cima desse programa. Como eu acabei de falar no meu post anterior, a tendência é simplificar e baratear, tornar a tecnologia realmente acessível e ubíqua. Esse parece ser mais um caminho interessante sendo explorado. E o melhor de tudo é que, com cada iniciativa e novidade, quem vai sair ganhando são as crianças!


Thursday, March 13, 2008

Computação 1:1








A discussão continua aquecida quanto ao uso do modelo 1:1 na sala de aula. Já foi feito um primeiro leilão do governo para ver que computador seria adotado no programa da UCA, e a Intel acabou ganhando com o Classmate. Mas no final, ainda não se chegou a uma decisão definitiva.
O uso de um laptop leve e barato com certeza trará muitos benefícios para os alunos, suas famílias, e até para a comunidade na qual estão inseridos, principalmente em regiões que não têm recursos. Será uma maneira de incluir os isolados da globalização, abrir novos mundos e novas possibilidades para eles.
Agora, outra tecnologia que está entrando espontaneamente na sala de aula são os smartphones (como esse da Apple, e muitos outros já disponíveis). Esses aparelhos trazem toda a conectividade que um jovem poderia desejar! Tem diversão (música, vídeos), conexão (wi-fi ou por telefone), navegação (internet, messenger, etc), e até funciona como telefone! :-) Os aparelhos com Windows Mobile oferecem todos os programas da Microsoft, calendário, lista de tarefas, email, word, pdf, powerpoint... acho que já deu para ver o leque de possibilidades que isso abre.
Já estamos vendo alunos espontaneamente fazendo pesquisas do assunto que o professor está explicando, complementando a aula com dados atuais. Outros alunos já baixam o material do site para o seu smartphone, para poder ir lendo tanto na hora, como depois.
Para o modelo de aula mais expositiva, estes aparelhos são perfeitos complementos. O preço é acessível, e são aparelhos que os jovens já manipulam, tornando sua adoção natural, intuitiva. Uma verdadeira tecnologia ubíqua e transparente (o sonho dos que trabalham com tecnologia educacional).
Claro que tem suas limitações, e vai se encaixar melhor em certos modelos de aula. Essa é a beleza de ter tantas escolhas de tecnologia. Uma complementa a outra, supre o que faltar na outra.
As escolas precisam já ficar atentas a essa nova tecnologia, celulares 3G, PDAs, etc. Os sites das escolas e os materiais digitais oferecidos precisam estar prontos para serem visualizados nas pequenas telas.
Esses aparelhos são mais uma prova de que o futuro já chegou. Estamos preparados?